Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2017

Sim

Imagem
Sem nenhuma espécie de censura ou de filtragem de informação, entendo, enquanto responsável pela Biblioteca Pública de Évora, que os assuntos se resolvem internamente e não são discutidos nas redes sociais. O que hoje escrevo não é, portanto, uma queixa pública em relação a nada e muito menos uma forma encapotada de reclamar, até porque não tenho motivos para reclamações. Da minha tutela directa nunca tive outra coisa a não ser um apoio firme em todas as horas, um acompanhamento solidário nas aflições, uma alegria genuína nas vitórias (por pequenas que sejam) e uma confiança que me dá alentos todos os dias. Esta situação não me traz qualquer conforto, pelo contrário. Traz-me todos os dias a responsabilidade de não falhar, de não desiludir, de não trair a confiança, de corresponder ao investimento de tempo, transmissão de conhecimento e partilha do caminho que tenho recebido de forma tão franca e aberta.

Posto isto, vamos a factos. A Biblioteca Pública de Évora tem no seu quadro de pe…

Na antevéspera da véspera

Imagem
O meu sítio preferido de Évora hoje amanheceu assim. Uma praça desarrumada, saem carros, entram livros, vésperas de dias tão bons, em que o livro ocupa o coração da cidade!






Livros à rua!

Imagem
Os melhores dias do ano estão a chegar! Espreite aqui.


Da capacidade de adaptação

Facto 1:
Em 2017, várias bibliotecas públicas, instituições criadas com o propósito de disponibilizar o acesso à informação, ao conhecimento e à cultura, ainda não têm qualquer presença nas redes sociais. Nem site, nem página de facebook, muito menos twitter ou instagram. Na maior parte dos casos, isto acontece porque os órgãos executivos dos municípios - eleitos pelos munícipes em processo democrático - exigem controlar a informação que é divulgada e não autorizam a biblioteca a ser um canal de comunicação do município.

Facto 2:
Em 2017, os conventos da Ordem do Carmo têm um site e vários têm páginas no facebook (ver Beja: https://www.facebook.com/carmelodebeja) . Estamos a falar de uma instituição altamente hierarquizada e de normas rígidas, como é a Igreja Católica, e de casas de recolhimento, para onde as pessoas optam por ir para se retirarem do mundo exterior e se dedicarem à vida espiritual. No entanto, consideram pertinente e útil divulgar a sua mensagem e o trabal…

Pedro, 19

Imagem
A desafiar a paciência das mulheres da família desde 1998.
Parabéns Leão!


Da boa educação

O menino olha para a máquina de snacks e bebidas e decide dar-lhe uns pontapés. Atira-se a ela com todas as suas forças.  O pai, sentado num dos sofás do átrio,  dá uma cotovelada na mãe e diz orgulhoso: "Olha lá para ele, a ver se consegue tirar alguma coisa da máquina sem pagar!" Enfim, levanta-se e vai buscar o miúdo: "Eu depois logo te ensino a fazer isso como deve ser".