quarta-feira, 19 de abril de 2017

Na antevéspera da véspera

O meu sítio preferido de Évora hoje amanheceu assim. Uma praça desarrumada, saem carros, entram livros, vésperas de dias tão bons, em que o livro ocupa o coração da cidade!






Sem comentários:

Enviar um comentário

Nenhum homem é uma ilha.

No momento em que passam quatro anos sobre aqueles dias loucos e felizes da minha transferência para Évora, apercebo-me do impacto que a...